DIÓGENES LEAL

Diógenes Leal atua na área cinematográfica desde o início da década de 1980, tendo participado de várias produções, inicialmente como assistente de câmera, em trabalhos como “Ver-o-Peso”, de Januário Guedes, Sônia Freitas e Peter Roland (1985) e “Carro dos Milagres”, de Moisés Magalhães (1988).

 

Posteriormente, foi diretor de fotografia dos curtas-metragens em película “As Variações de Redes”, de James Bogan e Diógenes Leal (1989), “Lendas Amazônicas”, de Moisés Magalhães e Ronaldo Passarinho Filho (1997), “Dezembro”, de Fernando Segtowick (2001), “Severa Romana”, de Sue Pavão, Bio Souza e Rael Hellyan (2003), entre outros. Fez também a fotografia digital dos filmes “Por Que Eu?”, de Darcel Andrade (2005), “Belém aos 80”, de Alan Guimarães (2008) e “Camisa de Onze Varas” (DocTV), de Walério Duarte (2009).

Participou também de outras produções nacionais e de países como Alemanha e Itália, realizadas na Amazônia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s